Panfleto: Defender os nossos direitos! Ditadura Nunca Mais!


12 de outubro de 2018

Panfleto com a posição do Espaço Socialista no 2º turno das eleições presidenciais de 2018, aprovada em 09.10.2018

Defender os nossos direitos! Ditadura Nunca Mais!

O que acontecerá caso Bolsonaro ganhe as eleições:

  • Aumento da violência contra trabalhadores (pobres, negros, nordestinos, LGBTs, estudantes, imigrantes), contra indígenas, contra lutadores e ativistas

  • Reforma da Previdência e aumento da idade para se aposentar

  • Redução da licença maternidade

  • Fim do 13º salário

  • Privatização de serviço e patrimônio públicos (em escolas o ensino será pela internet)

  • Reforma do Ensino Médio (escolas privatizadas e professores desempregados)

  • Fim da universidade pública e gratuita

  • SUS não atenderá vítimas de estupro

  • Manifestações e atos dos trabalhadores serão proibidos

Jair Bolsonaro finge ser o “novo”, mas em 3 décadas como deputado só aprovou dois projetos próprios e só votou contra a classe trabalhadora:

Votou contra o fundo de combate a pobreza, contra o fim da aposentadoria especial para deputados, contra o fim da pensão para filhas de militares, contra a Emenda das domésticas, a favor do aumento salarial para deputados e senadores, a favor da Reforma Trabalhista (legaliza péssimas condições de trabalho e o trabalho intermitente), a favor da Terceirização da mão de obra (aumenta o trabalho precário), a favor da Emenda do Teto de Gastos (diminui as verbas para os serviços públicos como escolas, UPAS, etc.) e a favor da entrega do pré-sal para multinacionais estrangeiras.

A população está querendo mudar as coisas, não aguenta mais tanto desemprego e corrupção. Só que votou em Bolsonaro mesmo sendo o mais rejeitado! Precisamos corrigir isso!

Cortes para os pobres e progresso para os ricos

Os ricos (banqueiros, grandes empresários, latifundiários e grandes elites políticas) dizem que Bolsonaro vai acabar com a crise e com a corrupção.

Bolsonaro é um candidato que defende os interesses dos ricos e para isso diz que vale até a tortura e o assassinato contra os oprimidos.

Tem o apoio de diversos empresários como Luciano Hang (Havan) e Meyer Nigri (Tecnisa) que já ameaçaram demitir os trabalhadores que não votarem em Bolsonaro. É troca de voto por direitos de trabalhadores!

Não é a mudança que precisamos! É uma saída para os ricos que buscam continuar com os altos lucros, jogando a crise nas costas dos trabalhadores.

Vai aumentar a repressão, proibir as manifestações e o direito de trabalhadores defenderem seus direitos.

Tudo isso deixa quem precisa trabalhar em situação miséria enquanto os playboys e marajás vivem à custa de nosso sangue e suor.

Além de aplicar e aprofundar a Reforma Trabalhista, fazer a Reforma da Previdência e do Ensino Médio atacará as liberdades democráticas (direito de eleição, livre manifestação e organização).

Bolsonaro disse: “é melhor menos direitos e emprego do que todos os direitos e desemprego” e “vamos botar um ponto final em todos os ativismos no Brasil”.

De lá para cá já dezenas de ativistas, LGBTs, negros e nordestinos estão sendo agredidos nas ruas de todo o país. Um absurdo!

Não podemos deixar isso continuar em nosso país. Basta de ameaça e violência!

Queremos emprego, direitos e sobreviver! Não aceitamos o fim do direito de nos manifestar contra governos, políticos corruptos e contra as crises capitalistas! Não podemos eleger Bolsonaro presidente!!!

Derrotar Bolsonaro nas urnas e nas ruas!

Nem todos que votaram em Bolsonaro apoiam a Ditadura, muitos votaram contra o PT. Nós não apoiamos os governos do PT! Mas jamais votaremos em Bolsonaro!

Continuamos na luta por direitos, emprego, redução da jornada de trabalho sem redução do salário, moradia, reforma agrária e serviços públicos gratuitos e de qualidade para toda a classe trabalhadora!

O PT não garantiu de fato essas melhorias para os trabalhadores. Governou com banqueiros, patrões e se envolveu em corrupção.

Agora, Bolsonaro que não precisou trabalhar para sobreviver, que não vai governar para a classe trabalhadora somente para os ricos, quer acabar com os poucos direitos que temos e com a nossa luta. Votar em Bolsonaro é colocar a corda no pescoço!

Derrotar Bolsonaro, práticas autoritárias e violentas, seguir na luta por nossos direitos e por nossa sobrevivência! Para derrotar Bolsonaro nas urnas, votar 13!

É preciso derrotar nas urnas e nas lutas candidatos que apoiam Ditadura, privatização, reformas contra a classe trabalhadora e que incentivam a paz entre os ricos e a violência entre nós!

Vamos nos organizar para enfrentar nas lutas todos esses ataques e os que vêm pela frente! Unidos no local de trabalho, estudo e moradia vamos vencer!

Pelos nossos direitos e liberdades democráticas, derrotar Bolsonaro! Vote 13!

Por uma Greve Geral Contra a crise e a Reforma da Previdência!