Desde março de 2019 o Espaço Socialista e o Movimento de Organização Socialista se fundiram em uma só organização, a Emancipação Socialista. Não deixe de ler o nosso Manifesto!

Fora do Ar nº 0 – Black Bloc, por que não? / Presos políticos ou políticos presos?


13 de Janeiro de 2014

Logo6

Janeiro de 2014 | Edição nº 0

n2 miniatura
Versão em PDF

 

Black Blocs, por que não?

Sempre houve manifestações no Brasil, mas elas eram muito pequenas, e era fácil para os donos do poder lidar com elas: bastava colocar a polícia para bater, disparar balas de borracha e gás lacrimogêneo e nem passar na TV. A partir de junho desse ano a violência da polícia contra os manifestantes deixou de funcionar. O aumento da passagem era pra ser mais um abuso dos poderosos, que já são responsáveis por não termos escola, saúde e moradia de qualidade e para todos. E ainda por cima, desviam dinheiro para obras da Copa e corrupção. Por isso, quando a polícia bateu em manifestantes e jornalistas, como sempre fez, mas ninguém ficava sabendo, a maioria da população percebeu que os manifestantes tinham razão e ficou do seu lado. Desde junho temos manifestações todos os dias no país. E elas vão continuar acontecendo, pois os problemas são muitos e é preciso lutar contra eles!

Para fazer a populaçao ficar novamente contra as manifestações, a televisão, os jornais e revistas, que só falam as coisas que os poderosos mandam, começaram a dizer que a violência nas manifestaçoes acontece por culpa de uma parte dos manifestantes, os chamados Black Blocs, que eles chamam de mascarados, vândalos, etc.

É preciso dizer em alto e bom som que isso é mentira! A violência nas manifestaçoes é causada pela polícia! Existem os policiais uniformizados, PMs, as tropas de choque, tropas de elite, etc., que sempre trataram a população com brutalidade. E existem os policiais disfarçados, que se misturam nas manifestações, começam o quebra quebra, justamente para que os policiais de uniforme possam bater nos manifestantes e a TV possa mentir ainda mais, falando que os manifestantes são violentos.

download
A culpa da violência, portanto, não é dos Black Blocs. Os manifestantes que se vestem de preto e usam máscaras não são vandalos nem arruaceiros. São pessoas, na maioria jovens, que não aguentam mais as injustiças que atingem todos nós.

Os Black Blocs fazem aquilo que todos nós temos vontade: lutam contra aqueles que nos fazem sofrer todos os dias, os patrões que nos exploram, a polícia, o Estado, os bancos, etc.

Os Black Blocs têm coragem de lutar por todos nós, e isso é importante. Mas é só o primeiro passo! Para enfrentar

os poderosos é preciso muito mais do que coragem. Não basta apenas ir nas manifestações vestido de preto e com máscara, pronto para se defender da polícia. É preciso união de todos, conhecimento e organização. É preciso discutir antes o que vai ser feito nas manifestações. Tem que decidir as coisas coletivamente. É preciso se organizar com os colegas de trabalho, de estudo, com os moradores da vizinhança, etc.

Somente juntos podemos lutar contra os poderosos e seu sistema! Todos os trabalhadores sofrem no dia a dia com os baixos salários, a inflação, o risco de demissão, a sobrecarga de trabalho, a falta de uma casa para morar, o preço alto do aluguel e das coisas no supermercado, a violência da polícia, os problemas com a dependêcia de drogas, as dívidas nos bancos e financeiras, a falta de escolas para os filhos, a falta de hospitais, o transporte ruim (a passagem não subiu, mas os ônibus, trens e metrôs continuam caros, lotados e demorados, algumas linhas foram retiradas depois de junho), etc. As injustiças atingem a todos nós, só não atingem os poderosos. E se o problema é de todos, tem que ser todos nós juntos, e não apenas os Black Blocs agindo separados, que devem decidir como lutar contra tudo isso!

Por isso, vamos nos manifestar, vamos nos defender, defender todos que têm coragem de lutar contra as injustiças e vamos nos juntar a eles e lutar, todos juntos!

PT: presos políticos ou políticos presos?

Nos últimos dias só se fala disso na tv, jornal e nas rádios, e muita gente tem comemorado o fato de políticos do PT terem ido para a cadeia, como José Genoíno, José Dirceu e outros, os autores do chamado “mensalão” (compra de votos de deputados no Congresso, escândalo que explodiu em 2005, no primeiro mandato de Lula).

Nunca tínhamos visto no Brasil políticos corruptos atrás das grades, e isso é positivo. Mas É preciso dizer duas coisas:
Primeiro: por que só políticos do PT foram presos? Por que não se investigam, julgam e condenam políticos dos outros partidos? Por que não investigam o escândalo do Metrô de São Paulo, denunciado pela empresa Alstom? Por que não investigam o PSDB, o DEM, o PMDB, etc.? Todos os partidos são cheios de corruptos, roubam dinheiro público, dinheiro que vem do suor de gente como nós, trabalhadores.
A tv não fala desse outros crimes, porque hoje tem um objetivo muito claro: acabar com a imagem do PT. Apesar disso, temos que entender que o PT também governa para os poderosos. Bancos, fazendeiros, industriais, construtoras, nunca tiveram tanto lucro como nos governos do PT, enquanto os trabalhadores tem que se contentar com salários que não aumentam, endividamento, trabalho excessivo, serviços públicos podres. Nessa parte, o PT funciona muito bem para os poderosos.
Então, porque os meio de comunicação, comandados também pelos poderosos, vai querer destruir o PT? Na verdade, o que eles querem destruir é a imagem do PT do passado, o PT como partido do povo, dos trabalhadores.

Sem título

E esse é o segundo ponto: o maior crime do PT não é só a corrupçao, é ter traído as lutas dos trabalhadores. No passado, os petistas foram presos pela ditadura porque lutavam contra os ricos. Hoje, são presos porque optaram por fazer parte desse sistema, por governar para os poderosos, viraram farinha do mesmo saco dos outros partidos corruptos.
O PT na sua origem era um partido composto só de trabalhadores, que não ficava só disputando eleições, mas participava de todas as lutas importantes, todas as greves e manifestações da década de 1980, que eram muitas! Essas lutas ajudaram a acabar com a ditadura militar e conseguiram várias conquistas para os trabalhadores.
Esse era o PT do passado, que hoje governa para os poderosos e age igual aos demais partidos, até se corrompe. Graças a esse crime do PT, boa parte dos trabalhadores está desconfiada dos partidos e sindicatos. Boa parte dos trabalhadores acredita que os sindicatos, partidos, associações,

movimentos como MST, e outros, só servem para que alguns oportunistas consigam se eleger. A história do PT ajudou a criar essa imagem, e esse é o seu maior crime!
Os trabalhadores precisam se organizar, precisam de sindicatos, de associações e de movimentos. Mas não para eleger ninguém. As organizações dos trabalhadores têm uma tarefa muito maior: mudar toda a sociedade! Os trabalhadores são a classe que constrói toda a riqueza, são a classe que opera as máquinas, dirige os ônibus, está nas salas de aula, nos guichês dos bancos, nos balcões das lojas.
São os trabalhadores então que devem mandar na sociedade. Mas para isso, o caminho não é se eleger ou eleger seu vizinho para presidente, prefeito ou vereador. O caminho é mudar o jeito de se fazer política, é sair às ruas, criar um poder próprio da maioria, sem enganação. Vamos ser nós mesmos, juntos, quem diz o que deve ser feito coletivamente. O caminho não é eleição, o caminho é a revoluçao!